segunda-feira, 1 de junho de 2015

Dança da chuva














O dia amanheceu gris, não havia novelo de nuvens enfeitando o céu, eu que não estava inspirada, mesmo assim pude ver poesia no manto acinzelado.
Refleti sobre a melancolia que caia na minha janela querendo adentrar em meus aposentos...

E veio a chuva com seus fios prateados dançando com o vento... Elevou meu pensamento, melancolia escorreu  pelo chão, e eu fiquei "Zen". Coisa linda de se ver, uma poesia emergente desenhada no ar. 

dinapoetisadapaz

6 comentários:

  1. Quando olhamos com olhos de ver, percebemos poesia até nos dias gris. Linda e realmente combinamos...bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Amiga Chica! Sua leitura e comentário enfeitou minha página.
    Tarde amena pra vc! Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Obrigada por teres adicionado o meu post aos favoritos mas eu preferia que abrisses a minha postagem e visses as postagens que tenho feito lá nos meus blogues da sapo e que fosses comentar por lá. Agradeço as tuas visitas se me as fizeres!! Beijinhos e até breve!!

    ResponderExcluir
  4. Olá meninaAdorei o que vi por lá!
    Bjs!! Já estive em seu blog, deixei minha marquinha!

    ResponderExcluir
  5. A chuva pode ser bem poética, como são suas palavras. Adorei a chuva "lavando" a melancolia :)
    Beijinhos e um excelente dia!!!!

    ResponderExcluir
  6. Obrigada Catarina. A chuva realmente é inspiradora. Adorei seu comentário, Volte sempre!
    Bjs!

    ResponderExcluir

Seu comentário será bem vindo, deixe suas impressões ,sua visita será retribuída com carinho.

Bom dia, Boa tarde, Boa noite!