Seguidores

quarta-feira, 10 de junho de 2015

Pouco Importa (Rondel)


   
Pouco importa as antigas decepções
Que desalinhou minha estrutura interior.
Importa a certeza de que as privações
Ensinaram-me a conter e a decompor.

Aprendi a arrumar as minhas gavetas,
Ouvi com atenção, do coração um clamor.
Pouco importa as antigas decepções
Que desalinhou minha estrutura interior.

Alma leve, coração aberto às novas emoções,
Na velocidade do tempo, esvaiu-se a dor,
Tudo arrumado para captar novas sensações
Meu coração está como um botão em flor.
Pouco importa as antigas decepções.


dinapoetisadapaz

4 comentários:

  1. Oi Diná
    Temos que aprender com as decepções mas deixá-las no passado e deixar o coração florir para um novo amor
    Belíssimo rondel. Sempre poetisando com maestria minha amiga
    Beijos e um doce sorriso

    ResponderExcluir
  2. Oi Diná,pouco importa mesmo as decepções,o que nos importa é viver a vida e com novos amores.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  3. É verdade Carmem, o que passou deve ficar nos anais do esquecimento, bola pra frente pq a vida continua e pede passagem,

    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Que lindo amiga Diná,que alegria ler este teu poema!! Cumprimentos meus,fica e passa bem!!

    ResponderExcluir

Seu comentário será bem vindo, deixe suas impressões ,sua visita será retribuída com carinho.

Bom dia, Boa tarde, Boa noite!