Seguidores

domingo, 26 de julho de 2015

Obstinação







































É preciso ser um tanto obstinado
Para se afinar com a leitura,
E com todos os propósitos.
Estudando, lendo e aprendendo,
É possível galgar degraus,
E atingir objetivos.

O saber nos ensina,
Abre portas para o mundo,
Tira o véu da alienação,
Desperta sobre os direitos.

É dever de toda criatura
Buscar saber para conhecer.
Quem menos sabe,
Menos reivindica.

Mire-se no homem preguiçoso:
Quanto menos faz,
Menos quer fazer.
Embora tenha o desejo de “Ter”.

 dinapoetisadapaz

2 comentários:

  1. Os "acomodados" deixam-se guiar como "marionetes"...
    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Que beleza de poesia,Diná! bjs praianos,chica

    ResponderExcluir

Seu comentário será bem vindo, deixe suas impressões ,sua visita será retribuída com carinho.

Bom dia, Boa tarde, Boa noite!