segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Ausência


Um tanto juntinho
Aquece o coração,
Um pouco de ausência
Desperta saudade,
Pode até fragmentar o amor
Mas, evita saturação.

Um tanto juntinho
Famintos de amar.
E se o amor enjoar?
Uma dose de intermitência
Incomoda a rotina,
Aguça o desejo.

Um cadinho de saudade,
Uma vontade de abraçar,
E o teu beijo degustar.
Arde o peito
Fico quase incandescente...
É hora de corporificar.

dinapoetisadapaz


7 comentários:

  1. Sempre inspirada,Diná! beijos, linda semana,chica

    ResponderExcluir
  2. Diná. Um belo Poema "doseador" de excessos. É um bom pensamento para o crescimento interior.
    Amei.
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Que linda inspiração amiga Diná!
    Bjs e uma ótima semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  4. Olá Diná!
    Vim conhecer seu cantinho. Amei o poema!
    Foi um prazer passar por aqui. Voltarei outras vezes.
    Beijos e uma maravilhosa semana.

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito do seu lindo poema ,desejo-lhe uma semana muito feliz ,beijinhos .

    ResponderExcluir
  6. Na linda vontade uma bela inspiração amiga.
    A ausência tem esta arte de nos levar aos sonhos e desejos.
    Belo trabalho.
    Bju de paz.

    ResponderExcluir
  7. Bom dia amigos!
    Toninho, Emanuel, Magda, Carmem, Acordadr sonhane a Chica;agradeço o carinho da preciosa visita.

    Bjs!

    ResponderExcluir

Seu comentário será bem vindo, deixe suas impressões ,sua visita será retribuída com carinho.

Bom dia, Boa tarde, Boa noite!