Seguidores

domingo, 23 de agosto de 2015

Estes olhos, estes Lábios



Meus olhos que só sabem chorar,
não escondem o desejo
inatingível de reencontrar-te.

Meus lábios quietos, calados
que ocultam desejos contidos,
ainda sentem o “sabor de ti”...

Meu coração profuso
de saudade, quer
pra sempre te amar!

Não importa se nosso amor
não durou pra sempre... Tudo é efêmero...
Na eternidade de nossas almas
um dia nos encontraremos!

dinapoetisadapaz


5 comentários:

  1. Que doçura de poesia, Diná! Amei! Ah! O amor é terno enquanto se vive, pois na certa se encontrarão na eternidade de suas almas!

    ResponderExcluir
  2. Com certeza Maria Luiza, enquanto há vida, o verdadeiro amor é eterno.
    Sua apreciação enfeitou minha página.
    Boa semana.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Palavras de amor em lindos versos.
    Eu acredito muito em um reencontro de almas.
    Amei amiga Diná.
    Bjs e uma ótima semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  4. O amor jamais morrerá assim como as nossas almas ,sempre muito graciosa nas suas palavras ,muitos beijinhos felicidades

    ResponderExcluir
  5. É vero emanuel, um amor bem vivido, vai para a eternidade.
    Bjs!

    ResponderExcluir

Seu comentário será bem vindo, deixe suas impressões ,sua visita será retribuída com carinho.

Bom dia, Boa tarde, Boa noite!