domingo, 2 de agosto de 2015

Teimosia II



                                
Não sou
um exponencial da poesia,
isto eu sei!
Mas conservo a esperança,
e me esforço para escrever
versos abundantes...

Não me sinto
uma escrevedora
de ideias estreitas,
mas, ainda não nasceu
um poema corpulento,
aquele que enche os olhos
do leitor.

Mesmo assim,
sinto-me longe do desengano.
Há um verso teimoso
circulando pelas artérias,
seja bom um ruim,
ele nasce, sim!

 Minha produção literária
não é farta,
essa escassez, não
furta meu desejo
de escrever.
Atropelar o tempo? Não!
Sou como nuvem esperando
o sopro divino
dos bons ventos.


dinapoetisadapaz

12 comentários:

  1. Tu escreves sempre que vejo, muito bem! Belas inspirações! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Oi Diná,você é uma grande poetisa e nos encanta com suas inspirações.
    Para mim todas as suas poesias enchem meus olhos com palavras dignas de aplausos.
    Bjs e um ótimo domingo.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  3. Olá, querida amiga Diná!

    Se você não se considera uma grande poetisa, então, não será fácil encontrar melhor.
    Seu poema está muito bem construído e a temática é fascinante.
    Parabéns!

    Boa semana.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Teimosia que é pura arte amiga.
    Diná poesia isto sim.
    Linda construção amiga.
    Uma bela semana a voce.
    Carinhoso abraço amiga.
    Bjs de paz.

    ResponderExcluir
  5. Que lindo, Diná!
    As palavras lentamente nascem, crescem e viram poema, adorei!
    Vim voando lá do Farol que recebeu um miminho e te citou e aproveitei para registrar meu carinho aqui.
    Fofo blog com belas palavras.
    Abração esmagador e lindo dia.
    Márcia.

    ResponderExcluir
  6. Ola Márcia, grata pela apreciação aos meus rabiscos. Outro abç de torar costelas!

    ResponderExcluir
  7. Obrigada Toninho pelas palavras de incentivo. Fico feliz pelo gostado.
    Bjs no coração,

    ResponderExcluir
  8. Amiga Céu, prazer em receber sua gentil visita. Estive n sua página e nao encontrei a opção de seguir seu blog.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Carmem, fico feliz qdo meus versos agradam, tê-la como leitora é um prazer imenso.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  10. Chica querida, obrigada pela leitura e comentário. Estou meio ausente das participações, nas próximas se Deus quiser estarei presente.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  11. As palavras que manifestam sentimento, são Poemas da Alma. Encadeados, rimados (ou não), possuídos de saber, são alimento que chamamos força criadora. Eis aqui o exemplo dessa naturalidade e beleza.
    Parabéns.



    Beijos


    SOL

    ResponderExcluir
  12. Belíssimo versejar! Um encanto! Grande abraço!

    ResponderExcluir

Seu comentário será bem vindo, deixe suas impressões ,sua visita será retribuída com carinho.

Bom dia, Boa tarde, Boa noite!