Seguidores

quinta-feira, 7 de maio de 2015

Condicionalidade (Soneto Livre)













Já não sei classificar esse meu querer,
O que sinto é muito mais que Amor,
É uma loucura que ousa me prender,
É um sentimento puro e avassalador.

Tal condicionalidade só me faz sofrer.
E sofrer por esse amor é quase um louvor.
Não desejo atenuante para te esquecer.
É mágico guardar no peito, esse amor

E todas as lembranças de cada momento,
Que saudosamente chega e me engana.
Como vício, penetra em meus interstícios,

A saudade corre como um rio... Sufocamento!
Ah! Essa vontade de você me faz leviana.
Brigo com a razão e me embriago desse vício.


dinapoetisadapaz



Força do Pensamento

Que bobagem, fingir distância de mim!
Levo meu olhar para além do que vejo.
Encurto a distância, realizo meu desejo,
Sinto teu beijo em minha boca carmim.

A força do pensamento é a ponte
Entre meus olhos e meu cérebro.
Algo me conduz, é o meu maestro,
Que me aponta o manancial, a fonte,

Da qual, bebo e transformo minha fantasia
Em momento real, e timbro no papel
Meus sentires, esse é o verdadeiro papel
D’alma solitária buscar no obscuro, a magia.


dinapoetisadapaz