quinta-feira, 21 de maio de 2015

Poema Triste

Na minha varanda,
no embalo da minha rede,
escuto uma canção de saudade,
é a algazarra da passarada
voltando aos seus ninhos.
Sinfonia que toca meu coração!!


Sinto o clima nostálgico
da tarde que se apaga,
caindo sobre mim.
E eu guardo de sobejo
como inspiração.
Antevejo um poema triste!!
  
dinapoetisadapaz