Seguidores

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Dança da chuva














O dia amanheceu gris, não havia novelo de nuvens enfeitando o céu, eu que não estava inspirada, mesmo assim pude ver poesia no manto acinzelado.
Refleti sobre a melancolia que caia na minha janela querendo adentrar em meus aposentos...

E veio a chuva com seus fios prateados dançando com o vento... Elevou meu pensamento, melancolia escorreu  pelo chão, e eu fiquei "Zen". Coisa linda de se ver, uma poesia emergente desenhada no ar. 

dinapoetisadapaz