quarta-feira, 10 de junho de 2015

Pouco Importa (Rondel)


   
Pouco importa as antigas decepções
Que desalinhou minha estrutura interior.
Importa a certeza de que as privações
Ensinaram-me a conter e a decompor.

Aprendi a arrumar as minhas gavetas,
Ouvi com atenção, do coração um clamor.
Pouco importa as antigas decepções
Que desalinhou minha estrutura interior.

Alma leve, coração aberto às novas emoções,
Na velocidade do tempo, esvaiu-se a dor,
Tudo arrumado para captar novas sensações
Meu coração está como um botão em flor.
Pouco importa as antigas decepções.


dinapoetisadapaz

Historias em 77 palavras














Desafio RS nº 26

Vamos a um quebra-cabeças?

:)

Ora bem:

O desafio de hoje é escrever 7 frases de 11 palavras sabendo que, em cada uma, aparecerá, obrigatoriamente, uma destas palavras (a ordem é livre):


RUÍNA + RALO + METRO + PEÚGA + JUSTIÇA + DOCE + RELOJOEIRO

História do João

João precisava d’um METRO de cano para reparar tubulação em casa.


Era tão pobre que seu vizinho RELOJOEIRO presenteou-lhe o tal material.


Lembrou-se quando gastava suas economias que sem controle, escorriam pelo RALO.


Decidiu esmolar tentando garimpar grana, nada conseguiu, resolveu fabricar DOCE.



Vendeu seu produto fiado, levou calote. Bravo; foi brigar na JUSTIÇA.



O tempo não perdoa, cada ser humano involuntariamente programa sua RUÍNA.



João não mais critica aquele que esconde seu dindin na PEÚGA.


dinapoetisadapaz