terça-feira, 6 de outubro de 2015

Solidariedade.







Para ser solidário é preciso mudar,
Palavra bonita e sem ação praticada,
Serve apenas, para, ao necessitado enganar.
Há que se ter coração amoroso e vontade velada.

Promessa de mudanças não resolve
O desamor que comanda os segmentos sociais.
Ser solidário é muito mais que repartir, discurse;
Mas com seriedade e convicção, nos anais

Divinos, há registros verdadeiros a serem seguidos,
E no dia a dia, o que vemos, é muita ganância,
Milhares de humanos como farrapos abandonados,
Carente de todas suas suficiências necessárias

Para uma vida digna. Por onde anda inclusão social,
Engavetada, dormitando abraçada com a proposta?
Enquanto os menos favorecidos sofrem o viver crucial,
Em suas barbas, os abastados viram-lhe as costas.

Abaixo do nosso Pai Maior, grande, foi Madre Tereza,
Mulher humana, de saber racional, esbanjou caridade.
Doou todo amor que pode aos necessitados; Que beleza
De coração, construiu um mundo admirável, o Mundo da bondade.

dinapoetisadapaz