terça-feira, 24 de novembro de 2015

A Pedra



 
 Natureza fez-me pedra,
exibe minha imponência
ante o sisudo tempo.
Sou mística,
sou solidão, alimento-me
de olhares, sou destaque
das montanhas,
sou indecifrável.

Posso ser ouro
de diversos quilates,
quando crua, ignorada,
se lapidada,
sou gema cobiçada,
desperto olhares longínquos
sou riqueza nacional,
sou pedra preciosa
Sou ganância mundial!

 dinapoetisadapaz