terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Arrebatamento




Impetuoso como vento que agita as ondas

Entrou em minha vida com intrepidez

Invadiu meu coração, veio assim do nada

Como num sonho luzente presente se fez



Mergulhou em meus pensamentos, fez morada.

Enfrentou tempestades com veemência e sensatez

Cortou distâncias, rompeu véus das madrugadas

Cumpriu seu papel com firmeza e altivez



Prazeres sentidos entre almas apaixonadas

Num encontro ardoroso sem nenhuma timidez

Loucuras que o amor provoca sem hora marcada



Arrebatamentos de paixões imoderadas

Capaz de extinguir qualquer languidez

Assim é este amor que deixa-me dominada


dinapoetisadapaz

8 comentários:

  1. Que bom te ver voltando! Linda poesia,Dina! bjs, tuuuuuuudo de bom,lindo dia!

    ResponderExcluir
  2. Que poema maravilhoso amiga Diná
    E eu fui arrrebatada pela beleza dos teus magistrais versos minha querida
    Feliz de te ver blogando novamente. Estava com saudades
    Beijos e sorrisos

    ResponderExcluir
  3. O amor não marca hora. O amor "é da hora"!!!
    Um beijo Dina! Carlos Kurare

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita Carlos... É verdade, o amor é como a poesia, é essa atemporalidade que faz a diferença.
      Sua visita encheu minha página de brilho amigo!

      Bjs no core!

      Excluir
  4. Olá Chica... Grata pela visita e apreciação ao meus singelos versos.

    Noite de Paz, desejo amiga!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. OH Gracita, agradecida pela leitura e comentário, fico feliz qdo meus versos tocam o coração do leitor. Estava com saudades desse cantinho e das queridas amigas.
    Bjs !

    ResponderExcluir
  6. Que belíssimo arrebatamento ,muitos beijinhos felicidades.

    ResponderExcluir
  7. Um poema tocante que arrebata sentimentos... Total sensibilidade e sedução.
    Abraço.

    ResponderExcluir

Seu comentário será bem vindo, deixe suas impressões ,sua visita será retribuída com carinho.

Bom dia, Boa tarde, Boa noite!