Seguidores

sábado, 17 de dezembro de 2016

Um amor que nunca acabou




Das tantas e boas recordações
Que ainda abala minhas emoções,
É o sabor dos seus beijos, um feito
Marcante, indelével e perfeito.
Que maravilha era a voracidade
Que me fazia delirar de felicidade.
Não encontrei em outra boca
Sabor igual, que coisa louca
Esse amor contido, segredado
para todos, para nós, nunca terminado.

Restrições existem, mas, sem lamentações.
dinapoetisadapaz


Enlces Disticus é Experiemntal criado pela poetisa Aila Brito

4 comentários:

  1. Bom dia querida amiga, que o amor renasça sempre dentro do nosso coração, muitos beijinhos no coração felicidades

    ResponderExcluir
  2. Lindo Diná!
    Para mim o amor está sempre presente.
    Bjs e um ótimo domingo.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  3. Você escreve amor e sensualidade, de forma ímpar, poetisa Diná. Parabéns!

    TE DESEJO UM NATAL DE AMOR E UM EXCELENTE ANO NOVO.

    Beijos com carinho.

    ResponderExcluir
  4. Olá Diná! Passando para te cumprimentar e me deliciar com a leitura deste belo e profundo poema.

    Abraços, um Feliz Natal e um Ano Novo com muito amor, saúde, paz e felicidades para ti e para os teus.

    Furtado

    ResponderExcluir

Seu comentário será bem vindo, deixe suas impressões ,sua visita será retribuída com carinho.

Bom dia, Boa tarde, Boa noite!