Seguidores

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Insensatez


Sem noção d’arte de viver 
Alçou voo nas asas da ilusão,
Muito breve veio a retroceder.
Asas partidas, sonho foi ao chão...!

A insensatez, a vontade de planar,
A voz do coração gritando liberdade,
Um mundo oculto e severo a chamar,
Na escuridão foi ter com a liberdade...!

 Trilhou por muitos caminhos,
Entre chegadas e partidas,
Construiu e desfez ninhos,
Amargou algumas despedidas...!
 Hoje...
Nos olhos o peso da saudade,
Na garganta a voz embargada,
Na mente o desejo de felicidade,
Na vida, profunda solidão instalada.


dinapoetisadapaz

8 comentários:

  1. Muito lindo querida amiga, desejo-lhe uma terça-feira muito feliz beijinhos no coração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo Emanuel, sua visita alegra-me por demais, sua leitura é um presente que gosto bastante!
      Abraços!

      Excluir
  2. Que lindo e a insensatez muitos cenários pode transformar... bjs, chica e lindo dia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Chica, tudo na vida é possível e com ajuda da poesia a gente transforma tudo também.
      Bjs!

      Excluir
  3. Lindo poema, mas um pouco triste. Certamente dias mais alegres sem solidão ainda virão.
    Um abraço.
    Élys.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Élys, com certeza amigo, a vida é isso dias bons , dias tristes e a gente vai vivendo conciliando com uns versinhos,
      Abraço!

      Excluir
  4. Boa Tarde, querida Diná!
    Cheguei atrasada pois estou no ES e fiquei prisioneira da greve como todo povo daqui...
    Lindo poema com versos que exprimem seu afeto colorido...
    Bjm muito fraterno

    ResponderExcluir
  5. Ai Rosélia querida, nada de atrasada, sempre bem vinda, menina vc está ai , cuidado, ainda bem que já se normaliza aos poucos.
    Grata pela visita e leitura.Se cuide querida.
    Bjs!

    ResponderExcluir

Seu comentário será bem vindo, deixe suas impressões ,sua visita será retribuída com carinho.

Bom dia, Boa tarde, Boa noite!