Seguidores

segunda-feira, 1 de maio de 2017

O poeta e a poesia




O poeta é um ser eclético
Com seu  jeito frenético

Seu coração não faz seleção
Gosta mesmo é de mutação.

Ser amante da poesia
É conviver com a alegria.

É doar-se de coração
É beber cada emoção.

Envolvendo-se na sinergia
Vibrando com a parceria.

Escrevendo sua canção
Acalentando sua ilusão.

dinapoetisadapaz

11 comentários:

  1. Uma definição magistral Diná
    Aplausos pra você amiga
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Adorei,Diná! Sempre lindo e tudo muito bem inspirado! bjs, chica

    ResponderExcluir
  3. Beber de cada emoção, de cada vivencia e expressar faz parte da sina do poeta! Poema maravilhoso!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  4. Linda poesia que toca o coração.
    Um abraço.
    Élys

    ResponderExcluir
  5. Bela envolvência entre o poeta e a poesia querida amiga ,muitos beijinhos felicidades

    ResponderExcluir
  6. Magnífica inspiração, Diná!! Escreveste de forma harmoniosa e bela! Parabéns!
    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Beber até se embriagar com cada emoção que belas poesias, como essa, nos envolve os sentidos e espírito. Beijos carinhos!

    ResponderExcluir
  8. Lindo poema ao poeta e à poetisa - um quer beleza completa e a outra o belo que se eterniza, sento sempre o mesmo ente - um que analisa e sente e outra sente simplesmente. Grande abraço. Laerte.

    ResponderExcluir
  9. Pois é isso mesmo, poetisa Diná, k tão bem entrelaça as palavras. Coração, mutação e ilusão fazem bem a todos nós. Adoro ler seu talento.

    Beijos com mto carinho.

    ResponderExcluir
  10. Que bonita forma de descrever e honrar os poetas!
    Agradeço a visita ao meu blogue.
    Beijinho

    ResponderExcluir

Seu comentário será bem vindo, deixe suas impressões ,sua visita será retribuída com carinho.

Bom dia, Boa tarde, Boa noite!