Seguidores

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Libertação


Hoje decretei minha libertação
A razão impõe minha partida
Em meu coração não há mais emoção
Quebrei os liames, estou renascida

Os atritos e tantos conflitos
São agora despojos expurgados
Relatados em manuscritos
A felicidade dum coração aliviado.

Que sopre agora bons ventos
Que leve  meus tormentos
Pois nada de bom restou
Desse amor que o tempo desgastou.

dinapoetisadapaz