Seguidores

domingo, 30 de agosto de 2015

Esperei (Soneto Livre)


Esperei, bem sabias o quanto eu te queria,
De certo, não pensou que se me faltasse
Com a tua presença, o coração não hesitaria
E suportar a delonga, seria um impasse.

Desculpar-se do descaso, já não adiantaria
Doravante, desejo que na dor te regales...!
Se teu amor é lunar, o meu não tem fases.
Fui! Rasguei a página da nossa história...!

Virei o jogo, dei folga ao meu coração,
Migalhas de amor não inflam meu peito,
Viver de pró- forma, é espantoso feito.

Não te iludas, toda aquela grande paixão
Desmoronou, debilitada, perdeu o efeito,
Para amor fragmentado não há solução

dinapoetisadapaz

Bom Dia!

 Amigos, meu PC esteve na UTI durante a semana, e eu pegando carona no NOT da sobrinha,  razão da minha quase ausência por aqui e nas páginas dos amigos.Só ontem a noite que recebeu alta.






quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Céu Violáceo


O céu amanheceu violáceo
Tatuou em minhas retinas
Um mapa celestial.

O pássaro malabarista
Fez seu pouso habitual,
Entoou um canto
Brindou o dia,
Bateu assas e se foi.

dinapoetisadapaz

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Prece à Jesus




Senhor, que ante o perigo,
minha coragem seja maior
que os meus medos.

Que as minhas dores
não sejam para  minh’ alma
um tormento,
e sim, um aprendizado.

Que eu tenha forças
para combater quaisquer
desventura da vida.

Que eu seja paciente
o  suficiente  e a esperança
seja meu constante alento.

Que, eu não conheça
a covardia de esquecer
dos vossos ensinamentos,
deles depende o meu triunfo.

dinapoetiadapaz

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Nem o Tempo Apagou

  


Nem o tempo  apagou
O sentimento forte,
O amor grandioso,
Que envolveu nossas almas
Numa aquiescência plena.

Deixou marcas tão profundas,
Que hoje, o desejo de reviver tudo outra vez,
É plenamente incontrolável.

 E quando nos encontramos,
Por favor, meu amor, não me diga nada.
Apenas acolha-me em teus braços,
Até que eu sinta o pulsar do teu coração junto ao meu.
Um abraço que substitua as palavras embargadas
Um abraço pleno de sentimentos...

dinapoetisadapaz

domingo, 23 de agosto de 2015

Sarah Brightman e Gregorian Live - A Moment of Piece


É POR VOCÊ QUE CANTO (CANTO GREGORIANO)


BOELRO DE RAVEL COM ANDRÉ RIEU


Estes olhos, estes Lábios



Meus olhos que só sabem chorar,
não escondem o desejo
inatingível de reencontrar-te.

Meus lábios quietos, calados
que ocultam desejos contidos,
ainda sentem o “sabor de ti”...

Meu coração profuso
de saudade, quer
pra sempre te amar!

Não importa se nosso amor
não durou pra sempre... Tudo é efêmero...
Na eternidade de nossas almas
um dia nos encontraremos!

dinapoetisadapaz


Desejo uma semana com muita Paz!

Desejo a todos uma chuva de PAZ!




Olhar atento,
Coragem,
Otimismo,
Fé e Persistência.
Ingredientes indispensáveis

para enfrentar a caminhada terrena.
dinapoetisadapaz.



sábado, 22 de agosto de 2015

Para um poeta triste





Quando a transpiração acontece
o poeta entristece,
E da poesia ele esquece,
Basta-lhe o canto d'um colibri
Para a inspiração lhe sorrir,
Por em seus olhos o brilho do rubi.

 É a dádiva divina que acontece,
 E de luz a tua mente abastece.
Ah! Poeta se tu soubesses,
Ou sequer entendesse,
Que o teu leitor agradece
Quando a poesia em teu coração renasce!


dinapoetisadapaz

Vamos brincar com a Chica Nº 27

Vamos brincar com a Chica Nº 27


E hoje é dia de pensar sobre a palavra que a Chica
sugere: MELHOR.


Minha Frases:

Num momento de exaltação, é MELHOR  silenciar.



Quem não conhece o ócio vive  MELHOR


Meu MELHOR presente, é ter sua amizade




dinapoetisadapaz

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Soneto Livre




A madrugada fria que aguça  minha saudade
Estampada nas paredes nuas vestidas de solidão,
Lacera o meu ser com precisão e tal impiedade
Que já não tenho mais placidez em meu coração.

Nas minhas noites notívagas e entediantes
Um dilúvio de nostalgia invade minh’ alma.
Quisera ser do amor uma boa comediante
Para suportar sua ausência com toda calma.

Cada minuto sem você se vai minha alegria
Cada amanhecer evoca lembranças nossas
Tenho fome desse amor, minha doce magia...

Sonhos e desejos desenhando sua expressão
Versos doridos escritos em horas mortas
O silêncio se desfazendo em lágrimas de paixão

dinapoetisadapaz

Fim de Caso




Quando deste por encerrado o nosso caso de amor,
Vivi o mais triste despertar, um desalento sem igual.
Foi como um céu nebuloso chovendo lágrimas de dor,
Senti um vento devastador levando teu beijo matinal.

Quanta falta eu senti do teu doce e amoroso olhar!
Foi um tempo de muitos encantos e muito amor,
Momentos de resplendores como uma noite de luar.
Hoje restam cicatrizes, mas o tempo é confortador...

Se nosso amor foi errado, e, se tudo acabou assim
De forma mal resolvida, e com sofrimento unilateral,
Eu tenho o amanhecer que me diz não ser o fim
De uma vida que o amor feriu com seu agudo punhal.

E sigo feliz, vou como as águas, sem me preocupar.
Sou senhora do meu tempo, e cultuar desenganos
Seria um novelo de linha a gradativamente desenrolar
E embaraçar meu caminho, que deseja ser livre de enganos.


dinapoetisadapaz

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Ausência


Um tanto juntinho
Aquece o coração,
Um pouco de ausência
Desperta saudade,
Pode até fragmentar o amor
Mas, evita saturação.

Um tanto juntinho
Famintos de amar.
E se o amor enjoar?
Uma dose de intermitência
Incomoda a rotina,
Aguça o desejo.

Um cadinho de saudade,
Uma vontade de abraçar,
E o teu beijo degustar.
Arde o peito
Fico quase incandescente...
É hora de corporificar.

dinapoetisadapaz


domingo, 16 de agosto de 2015

Renasci com uma nova visão


 
Um mergulho na desilusão,
O afeto refutado,
a ternura como folhas secas
bailando ao vento,
o amor de mim fugindo,
empoeirando minhas emoções.

Soprou vento traiçoeiro,
sacudiu a relação,
o momento ficou sombrio,
o desenlace foi estarrecedor...

Quando senti que ficou apenas
a sua imagem dentro dos olhos meus,
por instantes desejei morrer.

Meu coração,
se encolerizado ou desiludido,
amargando imenso vazio,
entregou-se à redenção,
foi lacerante... Parecia ferida incurável!

O exercício do desapego,
vestiu meu ego de otimismo,
o amor próprio se fez presente,
rompi barreiras, sepultei meus limites,
surgiu um mundo colorido...
Renasci com uma nova visão.

dinapoetisadpaz


Arrogância


Tenho dó daquele pobre que por mérito ou apenas pura sorte, teve sua vida melhorada, e com isso; sua consciência bebeu o veneno da arrogância, embriagando-se de esquecimento.

Muito embora a situação econômica favoreça a prática de algumas boas ações, penso que isso não possa  servir de orgulho para esquecer as origens... 
ejo isso como uma boa dose de hipocrisia, coisa que um ser humano quando cético e de alma empobrecida torne-se incapaz de voltar-se para dentro de seu interior e refletir sobre a equidade.

Louvo os desígnios divinos quando reflito sobre a ausência de preconceito da morte, fado que afeta a todo ser vivente e iguala-nos ante a pá de terra.


dinapoetisadapaz





sábado, 15 de agosto de 2015

Vamos brincar com a chica nº 26?

Vamos brincar com a chica nº 26?

Mais um dia de brincadeira e  a Chica nos convida 
a exercitar a massa cinzenta.




 O tema de hoje  é sábado; e minha  frase é:


Sábado, abraçar os amigos fortalecer os laços.

http://sementesdiarias.blogspot.com.br/

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Namorar



Namorar nos dias atuais é coisa brega.
“Ficar” é modismo no cotidiano do jovem.
Competição, banalização e entrega
São os valores que agradam o bicho homem.

As meninas trocaram seus trajes
Perderam o romantismo e o respeito
Não existe mais o afeto, é só ultraje
E delas, eles tiram o bom proveito

Como era gostoso:
a espera no portão,
o descompassar do coração,
o suor frio na mão,
o desejo contido de beijar,
um beijo apressado,
aquele abracinho quase malicioso!
E a espera do reencontro...

dinapoetisadapaz

Vida que Segue



                  Vida que segue e gira como moinho
Sigo pelos atalhos tímida como a lua
Não faço projeções para o novo caminho
O vento é traiçoeiro e eu sou ingênua

Vida que segue com suas gradações
E os novos ares chegam como crisol
Dourados sonhos e múltiplas interpretações
Povoam meu ego... Vibro como a nota “sol”

Vida que segue, fecha sulcos e abre aspas.
Dos pedaços tirados de mim, dos espasmos
Restou o véu que recobre todas as marcas
Dessa vida farta de encantos e sarcasmos

Vida que segue entre derrotas e vitórias
E que não me falte força para continuar
O correr riscos pela vida a fora
Inda tenho muito a fazer; não posso parar!


dinapoetisadapaz


sábado, 8 de agosto de 2015

Brincando com a Chica nº 25


Brincando com a Chica nº 25



http://sementesdiarias.blogspot.com.br/

E mais uma vez a Chica nos chama para brincar de formar frase
com sete palavras, hoje o tema é sobre  "Pai".



Minhas frases são:

Que nenhum  "Papai" negue o  direito  paternal.

Imagem do Google

"Papai", cumpra com dignidade sua sagrada missão.

Imagem do Google.

Ser Pai


É proporcionar segurança,
e a integridade da família.
Não bastam apenas dengos
e carinhos, é preciso unidade
tanto no campo material,
como no espiritual
entre os membros da família.
É através dessa unidade
que se dá o crescimento
de todos.
A presença paterna
é de suma importância
no seio familiar.

Ser Pai,
É ser rigoroso quando
preciso for, e ser criança
nas horas de lazer.

Pai...
Laços sanguíneos;
Amor incondicional;
Primeiro educador;
Colo que aquece;
Vigilante constante;
Amigo verdadeiro;
Abrigo e paciência;
Pai... É um ser formador!

Parabéns a todos os Pais!
Tenham todos um dia de bençãos e alegrias.

dinapoetisadapaz