Seguidores

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Vida que Segue



                  Vida que segue e gira como moinho
Sigo pelos atalhos tímida como a lua
Não faço projeções para o novo caminho
O vento é traiçoeiro e eu sou ingênua

Vida que segue com suas gradações
E os novos ares chegam como crisol
Dourados sonhos e múltiplas interpretações
Povoam meu ego... Vibro como a nota “sol”

Vida que segue, fecha sulcos e abre aspas.
Dos pedaços tirados de mim, dos espasmos
Restou o véu que recobre todas as marcas
Dessa vida farta de encantos e sarcasmos

Vida que segue entre derrotas e vitórias
E que não me falte força para continuar
O correr riscos pela vida a fora
Inda tenho muito a fazer; não posso parar!


dinapoetisadapaz


3 comentários:

  1. Não pode parar mesmo! Há muito por vir! Linda! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. A vida é mesmo um risco mas nem por isso podemos ficar à margem observando. Seguir com ela e enfrentar os desafios. Lindooooo!
    Beijos e carinhos

    ResponderExcluir
  3. Poesia e sabedoria Diná.
    Vida que segue, um dia por vez e vamos que vamos.
    Belo trabalho amiga.
    Abraços com carinho.
    Bjs

    ResponderExcluir



Seu comentário será bem vindo, deixe suas impressões , sua crítica, desde que não ofensiva me servirá de aprendizado e contribuição para melhora do meu trabalho poético.

Sua visita será retribuída com carinho.
Que Deus abençoe seu dia, sua tarde, sua noite!

Bom dia, Boa tarde, Boa noite!