Seguidores

terça-feira, 22 de setembro de 2015

Quando a Idade Chegar (Acróstico)





















Q. Quando a idade chegar  não se deixe amofinar

U. Urge regar a vida com novos conhecimentos.

A. A boa pedida, é interagir, nunca se imagine inútil.

N. Nuances chegam como adereços, marcam como queimaduras.

D. Detenha-se apenas ao impossível, deixe-se levar  pela naturalidade.

O.O limite tende impor regras ao corpo e



A. Arrefecer os ânimos. movimente: corpo e mente.



I.  Implacável  é  o último ato,  prepare-se espiritualmente

D. Deixe que o novo desperte  o prazer de continuar atuante.

A. Aceite  a maturidade sem  traumas,  muitos nem chegam a tal estágio

D. Diga sim ao tempo, viaje com ele; leia, escreva, comunique-se.

E. Ensine e aprenda novas lições, reveja conceitos antigos.



C. Conserve e regue as amizades, troque ideias com os jovens.

H. Há alguns que ainda não estão alienados

E.cE quão gratificante é sentir-se útil em qualquer tempo,

G .Grandiosa é a’lma  que  não se revolta ante os efeitos do tempo

A. A vida é bela  em qualquer estágio, desde que a mente permaneça sã.

R..Renascer  a cada dia como o sol e aurora , isso é viver!





dinapoetisadapaz

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Brindando a vida com a Primavera



Sou sonhadora vagando triste
Desfilando pelo frio caminho
Ornado de olhar que insiste
Em espreitar o meu desalinho.

Vou desfiando o tempo e os dias
Travando embate com o tédio
Aqui e ali algumas cortesias
Mas sem nenhum intermédio

Meu olhar derramado na vastidão,
Torna-me uma gaivota pescadora
Mergulho no mar, afoga-se a solidão
Volto à tona, sou outra senhora.

Já não me apraz a indolência
Um novo ciclo, uma nova estação!
É a Primavera com sua eloquência
A despertar em mim, nova emoção.

Renasço com o viço das flores
Caminho por alamedas coloridas
Livre dos tormentos e pormenores
Brindo com a Primavera, nova vida!

dinapoetisadapaz