Seguidores

segunda-feira, 8 de maio de 2017

Infinito Tempo

             Em homenagem ao dia do Silêncio (07 de maio)


O tempo é infinito, o dia é efêmero como o meu viver, as noites são solidão, tudo me rodeia, não sou porto seguro, sou fragmento do tempo em forma de sombra, não sou abrigo nem deleite, trago em mim o frio cortante das noite invernais , silêncio gritante entre as pedras escorregadias revestidas do musgo que camufla minha existência...

                            dinapoetisadapaz

4 comentários:

  1. Um silêncio reconfortante cheio de sentires querida amiga, desejo-lhe uma semana muito feliz beijinhos no coração felicidades

    ResponderExcluir
  2. Recolher-se ao silêncio é sabedoria, pois há a oportunidade de reflexão, olhar-se e realimentar o espírito. Abraços carinhosos e uma semana produtiva!
    Lúcia Silva

    ResponderExcluir
  3. Maravilhoso texto e homenagem! bjs, chica

    ResponderExcluir
  4. O silêncio sempre será uma voz amiga tentando, em seu formato, nos ensinar.
    Um abraço.
    Élys.

    ResponderExcluir



Seu comentário será bem vindo, deixe suas impressões , sua crítica, desde que não ofensiva me servirá de aprendizado e contribuição para melhora do meu trabalho poético.

Sua visita será retribuída com carinho.
Que Deus abençoe seu dia, sua tarde, sua noite!

Bom dia, Boa tarde, Boa noite!