Seguidores

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Por anda a sensibilidade?


 
O mundo anseia por Paz e serenidade
Urge que se arregimente com seriedade
A consciência da prática das boas ações.
É preciso que o amor invada os corações

Todos sonham em ter um mundo melhor.
Como mudar essa realidade, se há um torpor
Que permeia as mentes e como uma sentença
Ofertam ao irmão, um olhar de indiferença?

Nada se transforma sem o sacrifício da renúncia
A vaidade é uma praga que domina e vicia
Corrompe o senso de humanidade
E a cegueira ocupa o lugar da sensibilidade



10 comentários:

  1. Andamos mesmo cegos e indiferentes, acho que as desgraças do mundo tem afastado o homem de Deus e cada dia mais de seus semelhantes. É preciso amor

    ResponderExcluir
  2. Querida amiga a falta de fé ,de amor ao próximo tem consumido o ser humano que vive numa egocêntricidade sem ter noção do mal que faz ao seu semelhante ,viver é amar ,é ter simplicidade para que o outro nos veja não como um estranho mas sim como um irmão que o ama e recebe de braços abertos ,maravilhoso momento querida amiga ,beijinhos no coração felicidades.

    ResponderExcluir
  3. Olá amiga!
    Vim apreciar sua maravilhosa postagem, poesia encantadora e agradecer sua visita ao meu cantinho. Seja sempre bem vinda! É sempre um prazer lhe ver com seus comentários que sempre valorizam as postagens.
    Lhe desejo uma noite de paz e que se estenda ao amanhecer. Abraços, permanece na paz de Deus.

    ResponderExcluir
  4. A sensibilidade e o bom senso ficaram no título do livro e do filme, Diná.

    ResponderExcluir
  5. Olá, Diná
    Muito acertadas as palavras do seu belo poema.
    Os valores tradicionais, que tornam a sociedade mais justa, estão a ser esquecidos.
    É necessário e urgente mudar o rumo dos nossos hábitos, porque, a continuarmos assim, não sei onde iremos parar...

    Continuação de boa semana.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
  6. Olá, o poema é objetivo e de fácil interpretação, faz dele um poema maravilhoso, a sensibilidade faz parte de um bom caracter, sem este a mesma não existe.
    Continuação de boa semana,
    AG

    ResponderExcluir
  7. Muito verdadeiro, mas infelizmente o mundo se encaminha cada vez mais atrás do ser e não do eu.
    muito triste! bjss amiga

    ResponderExcluir
  8. Infelizmente cada vez se vê menos sensibilidade e bom senso.
    Tenho esperança que melhores tempos virão.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderExcluir
  9. Hermoso y sabio poema. Recemos para que cada día haya más conciencia social y seamos más solidarios.
    Un abrazo.

    ResponderExcluir
  10. É amiga, em seu poema você expressa uma angústia que permanece em todos os corações bondosos e que anseiam por um mundo melhor, mas a indiferença, a distância dos homens com Deus é imensa e resulta nisso, nessa inconstância, nessa falta de amor.
    Beijos carinhosos!

    ResponderExcluir



Seu comentário será bem vindo, deixe suas impressões , sua crítica, desde que não ofensiva me servirá de aprendizado e contribuição para melhora do meu trabalho poético.

Sua visita será retribuída com carinho.
Que Deus abençoe seu dia, sua tarde, sua noite!

Bom dia, Boa tarde, Boa noite!