Seguidores

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Solitário


Sozinho na mesa do bar
bebendo goles de desilusão.
Enquanto a madrugada calada
se arrasta, arrasta também seus pensamentos
que tocam profundamente o ego corroído.

Pensa na vida, na morte,
na mulher amada que sigilosamente
se foi, sem nada dizer.

Preso a tantos questionamentos
uma dor cortante,
explícita em sentimentos
faz seu corpo tremular.

-onde eu errei?
É tudo tão confuso!

Debruçado em suas lágrimas,
seca o lago dos olhos,
ver seus dias acabados
vegetando no nada,
sente-se abatido, caído,
bebe suas mágoas
na taça da amargura.
-para onde foram todos?

Ah! Se eu fosse um poeta
que finge sofrer, essa minha dor,
eu transformaria em poesia,
mesmo que fosse uma triste poesia!

dinapoetisadapaz

17 comentários:

  1. Olá, querida amiga Diná!
    Esconder-se atrás da bebida não leva a solução feliz...
    só camufla...
    De qualquer forma, o poema ficou lindo e bem real!
    Seja feliz e abençoada!
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
  2. 'Já ficou uma triste poesia', mas que bela! E a solidão leva a depressão e... e... não sabemos o quanto essa gente solitária sofre.
    São duas coisas que machucam muito o ser humano: solidão e depressão, mas uma está ligada a outra, quase sempre!
    Um beijo, querida amiga! Uma linda semana.

    ResponderExcluir
  3. Eita que poesia linda! Ela reflete a realidade de muitos que buscam na bebida soluções para seus problemas, ledo engano, apenas agrava mais a situação, pois acarreta solidão, depressão e, na maioria das vezes, morte.
    Retornei aos blogs, graças a Deus!
    Beijos carinhosos e uma semana bem feliz!

    ResponderExcluir
  4. Muito linda a poesia e inspiração! Bebem as mágoas...Pena! melhor poetar! bjs, chica

    ResponderExcluir
  5. Como é triste a fuga das mágoas na bebida.
    Adorei o poema Diná.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  6. Linda inspiração. A solidão é mal do século enquanto devia ser o tempo de
    mais aproximação

    ResponderExcluir
  7. Bom dia, Diná!!!
    Bela poesia, nos convida a pensarmos em como encaramos os nossos vendavais, nos lembra que quando nos desanimamos, o mais prejudicado somos nós mesmos.
    Um abraço!!!
    Paz e Luz!!!

    Anna Lírios em Letras

    ResponderExcluir
  8. Belíssimo querida amiga, adorei ler tão belo momento ,muitos beijinhos no coração felicidades

    ResponderExcluir
  9. Estava convencido que tinha comentado o post...
    Não comentei?

    ResponderExcluir
  10. Boa tarde Diná,
    Magnífico poema que retrata tanto da realidade...
    Um beijinho,
    Ailime

    ResponderExcluir
  11. Olá amiga, mais uma postagem que dá gosto de ler.Uma bela poesia, como as demais, que escreves com muita inspiração.

    Abraços com desejos de uma noite de paz e um amanhecer feliz.

    ResponderExcluir
  12. Uma bela poesia para uma triste situação, a desilusão no afogar as mágoas. Lembrei de um irmão que bebia assim. Desiludido da vida e sozinho.
    bjs

    ResponderExcluir

  13. Muitos passam por essa desilusão, uma bela poesia!
    porém triste.bj

    ResponderExcluir
  14. Olá querida amiga Diná,
    Amei sua poesia. Você traduziu muito bem os sentimentos de um solitário desiludido. É muito fácil julgar a situação de alguém assim, mas somente os bons corações transformam em poesia os sentimentos de um sofredor sem esperança.

    Parabéns amiga

    Beijos e ótima noite

    ResponderExcluir
  15. Cada Ser necessita de se encontrar, seja qual seja o motivo ou a fraqueza em que se encontra. Há sempre dentro de cada um, motivos que façam renascer a força necessária.
    Um belo Poema para meditação.


    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir
  16. A poesia, além de bem construída, é triste, mas retrata a realidade. E assim são os poetas, sensíveis a tudo. Muito bem!
    Querida amiga, estou um pouco ausente da net, pois ando a ficar mais estabelecida no mundo real. Tenho permanecido menos tempo sentada, a frente de um computador, e mais tempo realizando caminhadas e outras atividades físicas.
    Fiquei feliz em saber que fizeste o bolo, que entendi ser a galette com creme e maças. É mesmo muito saborosa e espero que todos tenham gostado.
    Um beijo, com um abraço carinhoso e deixo o meu desejo de uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  17. Olá Diná, quero desde já agradecer a sua visita e as amáveis palavras que deixou no meu rumo. Será sempre bem-vinda por lá!
    Vim conhecer os seus blogues e adorei este poema, todos nós já tentámos afogar as mágoas, de tão difícil que é lidar com a dor. Há sempre um desespero após uma desilusão, uma confusão que nos faz perder o chão, mas também há sempre um momento iluminado que nos coloca no caminho da paz de que tanto precisamos para voltar à vida.
    Um beijinho

    ResponderExcluir



Seu comentário será bem vindo, deixe suas impressões , sua crítica, desde que não ofensiva me servirá de aprendizado e contribuição para melhora do meu trabalho poético.

Sua visita será retribuída com carinho.
Que Deus abençoe seu dia, sua tarde, sua noite!

Bom dia, Boa tarde, Boa noite!