Seguidores

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Recorte




Fiz alguns recortes nos meus sentimentos,
Minh’alma estava com aspecto de vidraça
ofuscada, e eu preste a me tornar um fragmento.
Sentindo tudo muito solto, dentro e em redor de mim...

Decidi reerguer-me e não mais permitir
que revires meu coração com falso discurso.
Nosso passado, até hoje permanecia inefável,
Doravante, esconder-me-ei até da tua sombra.

Através das minhas vidraças quero apenas o verde
e não o negro das miragens que me fazia insone
Quem diria que um dia eu criaria coragem
Para me libertar desse amor, ora unilateral.


dinapoetisadapaz

16 comentários:

  1. A vida exige recortes, desapegos... Linda tua poesia! bjs, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem que recortar amiga, dar lugar ao novo, marcar bobeira não vale!
      Bjs querida e gratidão pela visita de sempre!

      Excluir
  2. Bom dia. Maravilhoso poema,como sempre.

    Hoje: [Quero ser a lua, a noite, a chama que chega]

    Bjos
    Feliz, Quinta-Feira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Larissa , lá estive e comentei seu belo poema!
      Grata peça visita e leitura.

      Bjss e uma linda tarde!

      Excluir
  3. E esses recortes aprimoraram o seu poetar ainda mais.
    Lindo Diná.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grata pelas gentis palavras Carmem querida, vc sempre presente a apreciar minhas singelezas.
      Bjss!

      Excluir
  4. Linda poesia, sempre a tempo para desapegar! bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza Lena, se apegar ao que já não soma, nem divide , não vale à pena.
      Valew pela leitura e comentário!

      Bjs!

      Excluir
  5. É preciso sempre se recortar, se reemendar tirar a poeira que ofusca a visão. Belo poema reflexivo. Bjs e bom dia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Paula, é verdade, poeira só na estrada...kkk
      Valew amiga, sua visita adorna mina página.
      Bjs!

      Excluir
  6. Oi querido,
    Sempre fui ao natural, gosto de um esmalte e um batonzinho. Nunca passei nada na pele. Não me apego a beleza, por que ela , muitas vezes, morre antes de nós.
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É vero Lua querida, nada como o natural, vale a beleza interior. Grata pela visita.Tem gente por ai que se levantar o pé a boca abre, de tão repuxada...kkk
      Bjss!

      Excluir
  7. Assim é a vida querida amiga ,maravilhosa partilha querida amiga ,muitos beijinhos no coração ,felicidades

    ResponderExcluir
  8. É preciso muitas vezes recortarmos algo em nossa vida para recomeçarmos com mais vigor e auto estima.
    Beijos carinhosos!

    ResponderExcluir
  9. Amiga Diná

    Leia meu último post que publiquei hoje,4 de dezembro! É importante!


    Vim aqui agradecer a visita e nem com meu nome posso comentar se entrar pelo Chrome,pois vou em fazer login,mas não estou logada.

    O Google Chrome agora está horrível,mesmo depois de reinstalar.

    No Mozilla Firefox está bem melhor.Tente entrar por ele!

    Estou visitando você usando o Mozilla Firefox que é bem melhor

    Espero que me ajude lendo meu último post.

    Beijos sabor carinho e obrigada

    Feliz terça-feira

    Donetzka

    ResponderExcluir
  10. A-d-o-r-e-i!
    Fantástico tema e poesia.
    Abração com carinho

    ResponderExcluir



Seu comentário será bem vindo, deixe suas impressões , sua crítica, desde que não ofensiva me servirá de aprendizado e contribuição para melhora do meu trabalho poético.

Sua visita será retribuída com carinho.
Que Deus abençoe seu dia, sua tarde, sua noite!

Bom dia, Boa tarde, Boa noite!