Seguidores

quinta-feira, 19 de abril de 2018

O sorriso de uma estrel


Aquela estrela cadente que voava,
antes que fosse apagada
jogava sorrisos coloridos no ar.

A lua prateada
que beijava os mares,
vestiu-se de nuvens
só para não ver aquele sorriso
apagado em águas abissais.

Ah! como eu queria
ter o senso da
cumplicidade da Lua,
e o sorriso colorido
de uma estrela.

Diná Fernandes

9 comentários:

  1. Um magnífico poema, parabéns.
    Bom fim de semana, amiga Diná.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ò amigo Jaime, obrigada pela amável visita e comentário.
      Abração aqui de Brasil!

      Excluir
  2. Diná, naveguei nas imagens sugeridas pelo belo poema. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas um ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gratidão pelas palavras que me incentiva a melhorar meus escritos.
      Abração paraibano!

      Excluir
  3. Gostei muito da delicadeza deste poema, Diná!
    Há muito mais cumplicidade no teu lirismo do que você imagina!
    Um forte abraço,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo José Carlos, agradeço as elogiosas palavras alusivas aos meus versos.
      Abração!

      Excluir
  4. Bonito poema, Diná! Suave e expressando sentimentos docemente...
    Que o seu sábado seja maravilhoso...
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oá Anete, obrigada pela presença e leitura.
      Desejo o mesmo à vc amiga.

      Bjss!

      Excluir



Seu comentário será bem vindo, deixe suas impressões , sua crítica, desde que não ofensiva me servirá de aprendizado e contribuição para melhora do meu trabalho poético.

Sua visita será retribuída com carinho.
Que Deus abençoe seu dia, sua tarde, sua noite!

Bom dia, Boa tarde, Boa noite!