Seguidores

sábado, 19 de maio de 2018

Amor Enfadonho (Rondel)



Do nosso amor enfadonho
Confesso que nada restou
Tudo não passou de um sonho
Que tão brevemente findou

Amor incapaz com jeito bisonho
Que em meu coração aportou
Do nosso amor enfadonho
Confesso que nada restou

Não houve dias tristonhos
Saudade não me maltratou.
Quando alegre, acordei do sonho
Vi que meu coração se libertou
Do nosso amor enfadonho

Diná Fernandes

21 comentários:

  1. Bom dia. Independentemente da publicação que é maravilhosa como sempre, passo a fim de desejar um domingo muito feliz
    .
    * Olhei para ti ... num último olhar *

    ResponderExcluir
  2. Amor enfadonho ninguém mereeeeeeeeeeeeeeeeeeece,rs...Linda poesia! beijos, ótimo e animado domingo! chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Xiiiiiiiiiii, não merecemos mesmo, sair fora é a boa pedida. kk

      Bjss Chica querida.

      Excluir
  3. Quando alegre, acordei do sonho
    Vi que meu coração se libertou
    Do nosso amor enfadonho!
    ...
    e que BOM quando assim acontece!
    Gostei de ler ... bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Gracinha. Amor assim não dá pra ser feliz!Grata pela leitura e coemntário!

      Bjss!

      Excluir
  4. Boa tarde Diná,
    Um poema lindo!
    Por vezes há amores assim e que bom quando se consegue ganhar asas.
    Beijinhos e bom domingo.
    Ailime

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem verdade Ailime! Obrigada por vir e comentar.
      Bjsss!

      Excluir
  5. Ótimo quando nos livramos desses amores enfadonhos! Não acrescentam carinho algum...
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Célia, é preciso mesmo sair em liberdade, ão dá para ficar remoendo e se desgastando!
      Grata pela visita e comentário.

      Abraço!

      Excluir
  6. Lindo rondel e ainda bem que se libertou desse amor enfadonho!!
    Beijos e uma semana abençoada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá menina, amor assim a gente sai fora e voa bem alto!

      Bjs amiga!

      Excluir
  7. Ainda bem que tudo não passou de um sonho enfadonho amiga Diná
    Muito lindo este rondel
    Um abraço e uma feliz semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Gegê, e o bom e que a gente sempre acorda de sonhos assim e voa bem alto!
      Grata por vir e comentar.
      Bjs!

      Excluir
  8. Mais do que um sonho dá a ideia de um pesadelo.
    Bjs, boa semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. È verdade Pedro, há amores que viram pesadelos.
      Grata por vir e comentar.
      Abraço!

      Excluir
  9. Verdade, Diná. Em nossas vidas, encontramos amores... e pseudos amores; e destes últimos, nada resta. :) Belo post, boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem deve restar, memórias só das boas coisas.
      Grata pela visita e comentário.
      Abraço

      Excluir
  10. Bom dia, viver um não amor é depressivo, nada melhor do que encarar a realidade e partir em liberdade ao encontro de um verdadeiro amor, o poema é lindo.
    Diná! desejo-lhe, Continuação de feliz semana,
    AG

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amor unilateral não merece memórias, e sim um voo pra longe dele.
      Grata por sua amável visita.
      Abraço!

      Excluir
  11. Beautiful image the building You chose well for the theme.
    Your blog is very nice,Thanks for sharing good blog.
    starbet casino

    ResponderExcluir
  12. Uma bela construção poética e desconstrução de um amor enfadonho, que ninguém merece amiga.
    Beijos

    ResponderExcluir



Seu comentário será bem vindo, deixe suas impressões , sua crítica, desde que não ofensiva me servirá de aprendizado e contribuição para melhora do meu trabalho poético.

Sua visita será retribuída com carinho.
Que Deus abençoe seu dia, sua tarde, sua noite!

Bom dia, Boa tarde, Boa noite!