Seguidores

sexta-feira, 1 de junho de 2018

Coração Infante


Sou ainda uma criança,
Coração infante e puro.
Nos cabelos, uso trança,
Sou da mamãe um tesouro.

Sou frágil como cristal,
Meu sorriso é natural,
Cada passo é um sonho,
Que faz os meus dias risonhos.

Tudo brilha como o lual,
O mundo parece encantado.
Não sei se isso é normal,
Ou se meu sonho é desvairado.

Essa fase da ingenuidade,
Eu gostaria de conservar.
Manter a espontaneidade,
Quando adulta me tornar.

Diná Fernandes

22 comentários:

  1. Que linda poesia,Dina! Gostei! Bjs tudo de bom chica

    ResponderExcluir
  2. A espontaneidade de uma criança nos leva a poemas de uma sensibilidade ímpar como a sua, Diná! Você sabe conservar e cuidar da sua criança interior! Parabéns!
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Célia, grata pelas gentis palavras.É preciso cuidar da nossa criança mesmo!
      Feliz findi
      Abração!

      Excluir
  3. Magnífico e cheio de ternura, pureza e encantamento esse seu poema.
    Beijos carinhosos!

    ResponderExcluir
  4. Los pequeños son pompas de jabón, brillan, vuelan, nos entusiasman, nos divierten y son frágiles, aprendamos de su inocencia. Muy bellas tus palabras.

    ResponderExcluir
  5. Olá, Diná
    Acabei de saber, no blog da nossa amiga Lúcia, que você teve seu Aniversário (dia 31/5?).
    Atrasado, mas de coração, trago um apertado abraço de Parabéns, desejando para você toda a felicidade do mundo.

    Gostei muito deste seu poema, cheio de leveza e ternura. Lê-se com um sorriso nos lábios...

    Bom Fim-de-semana
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mariazita, duplo agradeciemnto; peo meu dia e por apreciar meus versos. Valew a lembrança querida, não há de que se desculpar, qq hora um carinho é bem vindo!
      Fwliz final semana.
      bjs!
      Bjs e um bom final semana!

      Excluir
  6. Muito delicado. Lindo demais :))

    Hoje:- Sou o bago adocicado que tu beijas.

    Bjos
    Votos de um óptimo Sábado.

    ResponderExcluir
  7. Que não deixemos morrer nossa criança interior. Lindo poema

    ResponderExcluir
  8. Oi Diná,
    Que bela poesia
    Criança é pura e cria grandes imaginações
    Que permaneça no seu coração um pedacinho infantil
    Beijos
    Lua Sinngular

    ResponderExcluir
  9. rss, lendo teu lindo poema é que vejo como a 'coisa' ficou longe!!!
    Espontaneidade até que dá para mantermos, mas o resto fica na lembrança!
    Beijo, amiga.

    ResponderExcluir
  10. Um amor este poema, Diná!
    Gostei muito.
    Beijinhos e bom fim de semana.
    Ailime

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem? Linfa foto no post. Bjs, Fabio www.blogfabiotv.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. O Amor duma criança,
    É puro, lindo de "ver".
    Junto ao nosso, como trança,
    É improvável desfazer.


    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir
  13. O coração de uma criança é revestido de pureza e como seria belo se assim o fosse na vida adulta. Lindo poema, amiga Diná
    Beijos e uma semana de paz

    ResponderExcluir
  14. O complexo Peter Pan de que falava o exótico Michael Jackson.
    Bjs, boa semana

    ResponderExcluir
  15. A fotografia e o poema complementam-se e iluminam-se. Lindíssimo!
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  16. Que gracinha de menina, e que que gracinha de poema. Parabéns, Diná.

    ResponderExcluir
  17. Um poema puro e livre, assim como devemos ser... Realmente, viver como criança é um desafio belo e poético... Vale muito cativar passos espontâneos...
    Um forte abraço

    ResponderExcluir
  18. https://poemasdaminhalma.blogspot.com/
    Oi, Diná querida!
    Belíssimo, "Coração Infante"!
    Na verdade mesmo, o coração é sempre infante, sempre quer tudo saber, tudo sente e é bom mesmo se sentir sempre criança. Adorei Diná!
    Beijinho amigo e terno.
    Luisa

    ResponderExcluir
  19. Olá querida amiga Diná,

    É um lindo poema no qual me identifico muito. A pureza e a nobreza de criança Sempre deve estar dentro de nós. Em meio à um mundo tão "adulto" onde chamam certos atos de infantilidade não percebem oque realmente é ser criança.

    Parabéns linda partilha.

    Beijos.

    Desejo a ti muita paz, luz, amor e harmonia.

    ResponderExcluir
  20. Oi Diná
    Linda poesia com uma bela criança
    Amei
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir



Seu comentário será bem vindo, deixe suas impressões , sua crítica, desde que não ofensiva me servirá de aprendizado e contribuição para melhora do meu trabalho poético.

Sua visita será retribuída com carinho.
Que Deus abençoe seu dia, sua tarde, sua noite!

Bom dia, Boa tarde, Boa noite!